A Secretaria Estadual da Saúde (SES) está recomendando a vacinação prioritária contra a febre amarela à população de 34 municípios, localizados no litoral, que anteriormente não faziam parte da área de imunização e controle da doença.
Com essa medida, a vacinação será ampliada para todos os municípios do Rio Grande do Sul. A Estratégia adotada pela SES é preventiva em função do surto de febre amarela que atinge os estados de São Paulo, Rio de Janeiro Espirito Santo, Minas Gerais e Bahia.
De acordo com o secretário estadual da Saúde, João Gabbardo dos Reis, a cobertura vacinal no Estado atinge, hoje, cerca de 70% da população. ” Quem ainda não se vacinou pode procurar a unidade de saúde mais próxima da sua residência, de forma tranquila e
sem pânico”, recomenda Gabbardo.
Ele salienta que “para as pessoas que estão planejando viajar para os estados com surto da doença, a orientação é fazer a vacina dez dias antes da viagem” . Ele informa que quem já foi imunizado não precisa de dose de reforço. Gestantes, idosos e imunodeprimidos devem avaliar com seu médico os riscos e benefícios da imunização.
A vacina contra a febre amarela integra o Calendário Nacional de Vacinação e está disponível nas Unidades Básicas de Saúde. Para mais informações você pode acompanhar a entrevista nesta sexta-feira, 12 de janeiro, no Revista Maristela, a partir das 10h20min.
 

Fonte: Litoral na Rede