Foi identificado o corpo encontrado boiando no Rio Araranguá na tarde de ontem, quinta-feira, 25. Trata-se do jovem Willian Gilmar Claudino Van Haandel, de 19 anos, visto pela última vez pela sua mãe, no dia 15 de janeiro, no município de Forquilhinha.
Segundo informações, um dia depois de não ver o filho, a mãe de Willian registrou um Boletim de Ocorrência (BO) na Delegacia de Polícia de Forquilhinha, município onde reside. No BO, a mulher contou que o filho saiu por volta de 12h30min, do dia 15, para trabalhar e que a última vez que o viu foi por volta de 17h30min, em frente à empresa.
Após o desaparecimento do filho, a mãe teve a informação que o filho havia trabalhado no dia seguinte ao desaparecimento, 16, e que dormiu na casa de um colega de trabalho. Segundo o colega contou para a mãe, Willian estava estranho e que, apesar de ter pedido para dormir em sua casa, do nada, se levantou e foi embora, deixando sua mochila, com algumas peças de roupa e chaves.
O jovem foi encontrado ontem, no Rio Araranguá, apenas de bermuda e sua identidade estava no bolso. Informações extraoficiais apontam que a causa da morte não foi afogamento, entretanto, devido ao estado de decomposição do corpo outros exames serão realizados.
 

Fonte: W3 Revista