A Justiça decretou a prisão preventiva de Márcio Quadros Monteiro, de 38 anos, acusado de provocar o acidente que matou um bebê e uma mulher, alem de deixar 21 feridos,  na BR-101, em Torres no sábado, 24 de março.  No pedido de prisão, a Polícia Civil afirma que ele estava bêbado e dirigindo na contramão no momento do acidente.
A juíza da Vara de Execuções Criminais de Torres, Marilde Goldschmidt, concordou com as alegações do delegado e com o pedido de detenção por homicídio doloso eventual – quando a pessoa assume o riscos de causar um crime. A homologação da prisão foi feita ainda no sábado, mesmo dia do acidente, por volta das 17h30min.

O preso passou a madrugada na carceragem da Delegacia de Polícia Civil de Torres. Até o momento, não há uma definição para onde ele será levado, pois faltam vagas no sistema prisional.
O principal presídio masculino do Litoral Norte, o Modulado de Osório, está com vagas reduzidas desde o incêncio que o atingiu na quinta feira, 22 de março. Delegacias de outas cidades do litoral também estão com acúmulo de presos.
Fonte: Gaúcha ZH
Foto: Polícia Rodoviária Federal / Divulgação