A Gerência de Saúde da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Araranguá, por meio do Setor de Imunização, alerta os municípios do Extremo-Sul catarinense sobre a importância da vacinação contra o sarampo. O índice atingido no ano de 2017 foi de 94%, quase atingindo a cobertura recomendada, de 95%.
De acordo com a técnica do Setor de Imunização da Gerência Regional de Saúde, Bárbara Cristiano Monteiro, a preocupação deve-se ao fato de que a doença voltou a circular com 228 casos de sarampo registrados neste primeiro semestre de 2018, até 31 de maio.
Em Santa Catarina, o último caso havia sido registrado no ano de 2013. Na Região da ADR Araranguá, em 2017, das 2.548 crianças de até 1 ano de idade a serem imunizadas, 2.407 receberam a primeira dose da vacina. Dos 15, 8 municípios não haviam atingido a meta.
A vacina é de rotina no SUS, e está disponível em todas as Unidades de Saúde.
 
Fonte: Um Passo ao Sul