A Brigada Militar por meio do 2º Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (2º BPAT), realizou a Operação Avante: Feriado de Finados, no período de 30 de outubro, sexta-feira a 2 de novembro, segunda-feira, nos 13 municípios do Litoral Norte que fazem parte da área do Batalhão.

De acordo com o comando do 2º BPAT, “A operação teve por objetivo principal zelar pela segurança da comunidade do Litoral Norte e Encosta da Serra, e dos veranistas que aqui vieram para passar o feriado.”. Foram realizadas ações de saturação de áreas sensíveis conforme os índices de criminalidade, buscando-se a visibilidade e a repressão qualificada, em busca de foragidos, armas e drogas, sendo realizadas abordagens, prisões e identificação de pessoas e veículo, aumentando-se a percepção de segurança.

Durante o período de feriadão do Dia de Finados foram realizadas 41 barreiras policiais, abordadas 1.659 pessoas, fiscalizados 879 veículos, efetuadas 23 prisões (incluindo termos circunstanciados por posse de entorpecentes, lesão corporal, desobediência, suspensão do direito de dirigir, perturbação do sossego alheio entre outros). Houve também 87 autuações de trânsito, 32 veículos recolhidos, e apreensão de 102g de entorpecentes, um aparelho celular, equipamentos de som automotivo e R$ 891.

Forças de Segurança

O 2º BPAT contou com o apoio dos 2º e 4º Batalhão de Polícia de Choque, 1º Batalhão Ambiental da Brigada Militar, alunos soldados da EsFES/Osório e Guardas Municipais de Tramandaí, Imbé e Torres, sendo realizadas ações integradas durante todo o feriado.

Durante todo o feriadão foram realizadas ações integradas com as Guardas Municipais dos municípios de Tramandaí, Imbé e Torres, Ministério Público, Conselho Tutelar e órgãos municipais, visando a prevenção contra o Covid-19, aglomeração de pessoas, ingestão de bebidas alcoólicas por menores de idade e perturbação da tranquilidade.

Ações e cidades

Em Capão da Canoa, na noite de sexta-feira (30/10), dois homens foram presos pela Brigada Militar por tráfico de drogas, sendo apreendidas com eles duas porções de maconha e R$ 633. Ainda em Capão da Canoa, na noite de segunda-feira (2/11), no bairro Zona Nova, um homem foi preso pela BM por conduzir um veículo em alta velocidade, gerando perigo de dano, após fugir dos policiais colocando em risco a vida de populares. Foi identificado um indivíduo de 26 anos, e constatado que o homem não era habilitado. O proprietário do veículo, um homem de 34 anos, encontrava-se junto e foi autuado por entregar direção a pessoa não habilitada.

Em Imbé, na noite de sexta-feira (30/10), um homem foi preso pela Brigada Militar por tráfico de drogas, sendo localizadas com ele 67 pedras de crack, uma porção de maconha, um telefone celular e R$ 258.

Na cidade de Torres, no bairro Centro, na madrugada de domingo (1/11), a Brigada Militar prendeu um homem com um mandado de prisão em aberto. Durante abordagem e identificação de um homem de 39 anos, verificou-se que em desfavor do indivíduo havia um mandado de prisão em aberto, expedido pela comarca de Torres, pelo crime de roubo.

Na noite de domingo (1/11), em Torres, no bairro predial, um homem foi preso pela Brigada Militar por lesão corporal e violência doméstica. Após denúncias de que um homem estaria agredindo uma mulher dentro de um veículo, a BM realizou averiguações e identificou um indivíduo de 38 anos, com antecedentes por estupro de mulher, estupro de vulnerável e roubo a pedestre. No local, a BM constatou o fato, conduzindo o homem em flagrante à Delegacia de Polícia.

Em Tramandaí, no bairro Cruzeiro, na manhã de segunda-feira (2/11), a Brigada Militar de Tramandaí realizou apoio ao 1º Batalhão Ambiental em ocorrência de crime contra a fauna. Os policiais flagraram no local um torneio clandestino de canto de pássaros. Foram identificadas 72 pessoas aglomeradas sem uso de máscaras de proteção, além do descumprimento do decreto estadual que impõe restrições à reuniões devido ao Covid-19. Foram apreendidos seis pássaros da espécie Azulão, dois Tico-Tico, sete Coleiros, 17 Trinca Ferro e 51 gaiolas, sendo que quatro gaiolas estavam com aves dentro, jogadas em um terreno ao lado. Todas as partes foram autuadas pelo descumprimento de medida sanitária e por crimes contra a fauna.

Fonte: Ascom 2º BPAT – Sd. Eline