O Comando Regional de Polícia Ostensiva do Litoral (CRPO Litoral), divulga nesta segunda-feira (04/01), balanço das ações da Brigada Militar durante o feriadão do ano novo, nas praias e cidades do Litoral Norte, onde acontece a Operação Golfinho.

Foto: CRPO Litoral

No período de 30 de dezembro/2020 a 03 de janeiro/2021 foram abordadas 4.434 pessoas, realizadas 93 prisões, fiscalizados 155 casos de perturbação de sossego público e prestado apoio a agentes municipais de fiscalização em 88 denúncias de aglomerações. Ainda foram fiscalizados 2.669 veículos e autuados 232 deles por irregularidades.

Conforme o comandante do CRPO Litoral, coronel Marcel Vieira Nery, a Brigada Militar pautou suas ações em dois eixos: preventivo e repressão qualificada. “No eixo preventivo, nas praias de maior circulação de pessoas, a Corporação intensificou ações visando ao cumprimento de normas do distanciamento controlado, conjuntamente com as prefeituras, envolvendo a participação das Guardas Municipais, e com a Polícia Civil”, explicou o oficial.

Já sob o aspecto da repressão qualificada, ocorreram a Operação Boas Vindas, com a utilização de cães de faro em terminais rodoviários; Operação Sossego, buscando coibir a utilização de equipamentos sonoros em locais e horários inadequados; e a Operação Avante Força Total 24 Horas, que inclui barreiras policiais em zonas identificadas com maior número de ocorrências e foco na apreensão de armas e captura de foragidos.

O coronel Marcel destaca que durante o feriadão, “a participação do Batalhão de Aviação da BM e o Serviço de Inteligência da Corporação foi fundamental para o planejamento e a execução das ações de polícia ostensiva levadas a efeito”. Na temporada de verão, a Brigada Militar segue intensificando as ações de segurança pública na Operação Golfinho, caracterizada como a maior mobilização institucional da Corporação, que concentra aporte de recursos humanos e materiais na orla gaúcha.

Foto: Ascom CRPO LITORAL