O promotor de Justiça da Comarca de Torres, Márcio Roberto Silva de Carvalho, emitiu ontem, quarta-feira, 27 de janeiro, recomendação a todos os prefeitos e aos secretários de saúde dos sete municípios que compõem a Comarca (Torres, Arroio do Sal, Dom Pedro de Alcântara, Mampituba, Morrinhos do Sul, Três Cachoeiras e Três Forquilhas).

O documento apresenta recomendações acerca da execução da campanha de vacinação contra a covid-19, para que os planos municipais de imunização sejam cumpridos de acordo com o que foi estabelecido pelo Ministério da Saúde e adotado pelo Estado.

Na recomendação, dentre as principais preocupações, está a de garantir que as vacinas sejam aplicadas apenas nos públicos prioritários já definidos e que sejam evitados os casos de “fura-fila” ou outros desvios, conforme vêm sendo noticiado em vários estados desde que a vacinação teve início no Brasil.

A Promotoria também recomenda que as prefeituras “promovam ações visando a dar transparência à execução da vacinação, inclusive com a divulgação semanal das metas vacinais atingidas”; que “informem se houve compra pelo município, disponibilização pela Secretaria Estadual da Saúde do RS e/ou Ministério da Saúde, dos insumos necessários à sua concretização, tais como seringas, agulhas, caixas para descarte de resíduos, algodão, refrigeradores, acondicionamento adequado, dentre outros. Informar ainda “o quantitativo de vacinas recebidas pelo município até a data da emissão da recomendação (27/01), bem como de indivíduos que receberam a primeira e/ou segunda dose”.

Os municípios têm 24 horas para resposta com as informações solicitadas pela 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Torres.

Central de Jornalismo – Rádio Maristela