A massa de ar polar com frio intenso que fez despencar as temperaturas nesta semana, promoveu fenômeno raro em algumas cidades do Extremo Sul catarinense, na noite de ontem, quarta-feira, 28 de julho. Na divisa do Rio Grande do Sul com Santa Catarina, o município de Praia Grande registrou neve no alto da Serra do Faxinal, por volta das 23h. Na cidade, ao pé da Serra, não houve registro do fenômeno.

Vídeo do soldado Tiago de Oliveira
na Serra da Rocinha – Timbé do Sul/SC

Também teve neve nas regiões mais altas dos municípios de Jacinto Machado e Timbé do Sul, para a alegria de moradores e visitantes. Em Timbé do Sul, a neve foi captada pelo soldado da Policial Militar do 19º BPM, Tiago de Oliveira, que subia a Serra da Rocinha para atender uma ocorrência, quando por volta das 20h45min, o termômetro marcava -1ºC, e começou a nevar, conforme registro em vídeo. Em jacinto Machado, moradores também registraram um momento rápido entre chuva congelada e flocos de neve que ocorrem em invernos mais rigorosos como nesse ano.

Com o aumento da possibilidade de nevasca nos pontos mais altos das serras gaúcha e catarinense, muitas pessoas se deslocam para conhecer o fenômeno, porém, a Defesa Civil dos dois Estados alerta para que sejam redobrados os cuidados com o deslocamento em rodovias que podem ficar escorregadias por conta da neve, ou mesmo com chuva congelada.

De acordo com os meteorologistas da METSUL, o evento é considerado como o de maior abrangência geográfica desde 2013 e o período mais favorável para a neve seria entre a quarta, 28, e o começo do dia de hoje, quinta, 29. Ainda nesta quinta, as nuvens se afastam e o tempo fica aberto, gerando um dia de frio forte e quase inexistente a possibilidade de neve na região.