A Diocese de Osório em unidade com toda a Igreja celebra nesta terça-feira, 10 de agosto, o dia de São Lourenço, o primeiro dos sete diáconos a serviço da Igreja de Roma. Sendo assim, celebra-se hoje o dia do Diáconos Permanentes e Transitórios. Diaconato é o primeiro grau do Sacramento da Ordem. Os outros dois são o presbiterado e o episcopado, portanto, diáconos, presbíteros e bispos compõem a hierarquia da Igreja Católica.

A Diocese de Osório conta com o serviço diaconal de diáconos permanentes e de diáconos transitórios. Atualmente são sete diáconos permanentes, homens casados, que entre família, trabalho e sociedade, dedicam seu tempo também para Igreja. Já os transitórios são dois, ordenados recentemente, como uma das etapas em vista da ordenação presbiteral.

Diaconia quer dizer serviço, então o diácono é ordenado para servir. Faz parte do ministério do Cristo Servo, que veio para servir e não para ser servido. A Lumem Gentium diz que servem o povo de Deus na Diaconia da Liturgia, da Palavra e da Caridade (LG 29).

Na Liturgia Eucarística, o diácono tem funções próprias: servir o altar, proclamar o Evangelho, convidar para o abraço da paz, purificar os vasos sagrados e fazer a despedida. Deve, ainda, incentivar a participação correta e efetiva da assembleia na Divina Liturgia.

Quem foi São Lourenço?

Lourenço era o primeiro dos sete diáconos a serviço da Igreja de Roma. Devia ter uma boa formação acadêmica, pois, seu cargo era de muita responsabilidade e importância.

Depois do Papa Xisto II, era o responsável pela Igreja. Ele era o assistente do Papa nas celebrações e na distribuição da Eucaristia.

Além disto, ele era o único administrador dos bens da Igreja, cuidando das construções dos cemitérios, igrejas e da manutenção das obras assistenciais destinadas ao amparo dos pobres, órfãos, viúvas e doentes.

Com informações A12