A Brigada Militar evita confronto de facções na noite de segunda-feira, 27 de setembro, e madrugada desta terça-feira, 28, motivado pela morte de um homem de 18 anos, no último domingo, na Praia Azul, em Arroio do Sal.

Em Torres, na madrugada de hoje, 28, oito homens oriundos da região metropolitana foram presos no bairro Centenário, portando um fuzil e uma pistola. Após essas prisões, durante averiguações às retaliações em Arroio do Sal, policiais militares foram recebidos a tiros pela facção contraria, onde três homens em um veículo fugiram dos policiais, trocando tiros.

No confronto, os três criminosos foram mortos e aprendidas três pistolas, um kit Roni Glock, que transforma uma pistola em metralhadora e um revólver. Uma viatura da BM foi atingida por disparos dos indivíduos, mas nenhum policial militar ficou ferido durante as ações.

De acordo com o comandante do 2° Batalhão de Policiamento de Áreas Turísticas (2° BPAT), o tenente-coronel Aurélio da Rosa, em entrevista para a Rádio Maristela, com a ação realizada, a BM conseguiu interromper a ação das duas facções e evitar que ocorresse uma verdadeira chacina nesta madrugada. O tenente-coronel Aurélio disse ainda que as forças policiais intensificarão o trabalho de combate à criminalidade e pede a compreensão e apoio da população.

Confira a entrevista:

Os nomes dos três homens mortos, com idades entre 20 e 30 anos, não foram divulgados por força da Lei n° 13.869/19, contra o abuso de autoridade. As denúncias para a Brigada Militar podem ser feitas pelo número 190.