Nesta terça-feira (12), a Secretaria Estadual da Saúde (SES) divulgou mais 12 mortes por Covid-19. Elas aconteceram entre 8 e 11 de outubro, exceto um de maio ocorrido em Caxias do Sul.

Assim, o Rio Grande do Sul chega a 35.061 vítimas da pandemia.

Já a média móvel de mortes segue em queda pelo segundo dia seguido, com variação de -35% em comparação com duas semanas atrás. Os 15 óbitos, em média, desta semana equivalem ao registrado em 21 de setembro, o menor patamar desde junho de 2020, no começo da pandemia.

A SES também identificou mais 1.115 infectados pelo coronavírus. O RS chega, com isso, a 1.449.891 casos confirmados desde o começo da pandemia.

Do total, 1.406.970 (97%) são considerados recuperados, 7.764 (0,6%) estão em acompanhamento, e a taxa de letalidade segue em 2,4%.

A média móvel de casos continua em alta de 24% em comparação com duas semanas atrás, mas voltou a registrar uma média inferior a 1 mil.

Vacinação

Apesar do número de registros ser inferior em meio ao feriado, já são 8,39 milhões de pessoas vacinadas no RS. Mais de 73,1% dos residentes no estado receberam ao menos uma dose dos imunizantes.

Desses, 6,11 milhões receberam ambas as doses ou a vacina de dose única, o equivalente a 53,2% da população com o esquema vacinal completo.

Mais de 185 mil pessoas receberam a dose de reforço, o que corresponde a 1,6% do total de moradores.

Hospitalização

A taxa de ocupação dos leitos de UTI voltou a recuar para um pouco menos de 59% da capacidade total nesta segunda. Haviam 1.937 pacientes em 3.301 vagas de UTI, 12 a menos do que no dia anterior.

Porém, o número de pacientes com coronavírus ou suspeita de síndrome respiratória aguda grave em tratamento voltou a subir e é de 30%. As demais vagas são ocupadas por pessoas com outras doenças.

As regiões Covid de Passo Fundo e Pelotas estão com superlotação nos leitos privados, e Canoas e Cachoeira do Sul apresentam ocupação acima do nível crítico. No geral, com vagas disponíveis no SUS, nenhuma região Covid apresenta falta de leitos.

Fonte: G1/RS

Foto de capa: Divulgação/PMRG