O prefeito Carlos Souza e o secretário do Meio Ambiente e Urbanismo, Júlio Agápio receberam nessa última segunda-feira, 15 de novembro, a comitiva de avaliadores internacionais da Unesco para visita de análise do Geoparque Cânions do Sul. A avaliação iniciou na sexta-feira, 12 de novembro, em Cambará do Sul. Desde sexta, a comitiva está percorrendo os municípios do território. A visita de inspeção encerra em Torres. Nessa segunda, visitaram o Parque da Guarita e nesta terça-feira, pela manhã, estarão no Morro do Farol e na Igreja São Domingos.

Nos últimos dias, o Geoparque Cânions do Sul passa por um processo decisivo para o desenvolvimento da região. Os municípios recebem a visita de dois profissionais responsáveis por verificar se o território cumpre os requisitos para fazer parte da Rede Mundial de Geoparques da Unesco, O Geoparque Cânions do Sul é formado por sete municípios, três do Rio Grande do Sul (Cambará do Sul, Mampituba e Torres) e quatro de Santa Catarina (Praia Grande, Jacinto Machado, Morro Grande e Timbé do Sul),

Hoje, existem 169 Geoparques no mundo em 44 países. No Brasil, apenas um oficialmente reconhecido: o Geoparque Araripe, no Ceará. A expectativa é de que o território dos Cânions do Sul seja o segundo geoparque brasileiro. O relatório produzido pelos avaliadores é fundamental para que o Conselho de Geoparques da Unesco possa concluir sobre o título. O resultado sobre a chancela será anunciado no próximo ano.

Foto: Ascom PMT

Os avaliadores são geólogos com reconhecida experiência na gestão de geoparques, um português e um mexicano. Percorrem os municípios coletando evidências sobre o trabalho realizado, principalmente com foco na conservação do patrimônio geológico e cultural, na educação e no turismo sustentável. A programação inclui visita a geossítios, exposições culturais e mostra de produtos locais, além de reuniões com prefeitos, comitê científico e equipe técnica. Pesquisadores especialistas em diferentes áreas, como Geografia, Geologia, Arqueologia, Paleontologia e Biologia, acompanham a comitiva.

Conforme o prefeito Carlos e presidente do Consórcio Intermunicipal Caminhos dos Cânions do Sul., “a expectativa é bastante positiva. Estamos preparados e confiantes. É o momento de consolidar o trabalho que foi realizado até agora, avaliar o que pode ser melhorado e concentrar esforços para seguirmos executando ações consistentes em prol da região. Esta missão é um marco em nossa história. Ela brinda a dedicação de todos que fazem parte da trajetória em busca do reconhecimento como Geoparque Mundial”.

Para o secretário Júlio Agápio, do Meio Ambiente e Urbanismo, a chancela deste selo é muito significante. Além da parte turística local e regional, destaca que o reconhecimento como Geoparque Mundial da Unesco representa incentivo à pesquisa científica, valorização sóciocultural, engrandecimento do turismo sustentável e consequente melhoria das condições de vida das comunidades envolvidas.

Durante a visita, a apresentação técnica foi realizada pelos técnicos da Secretaria do Meio Ambiente e Urbanismo e da Secretaria de Turismo. A Secretaria Municipal de Educação também participou do evento. Alunos que integram o Projeto  Projeto Primeiros Socorros na Escola: Salvando Vidas e Resgatando Almas, coordenados perla professora Andréa Mello, fizeram uma apresentação para os visitantes. A Educação vem divulgando o Geoparque Cânions do Sul na rede de ensino municipal para conhecimento dos estudantes e famílias.


Fonte: Ascom PMT