AO VIVO
AO VIVO
Home » Produção da agricultura familiar chega a famílias em situação de vulnerabilidade

Produção da agricultura familiar chega a famílias em situação de vulnerabilidade

por Central de Jornalismo
A+A-
Reset

Trabalhadores e trabalhadoras da Frente Emergencial integram grupo de mais de 1 mil contemplados no RS
 
Junto com 1 mil famílias de sete regiões do RS, trabalhadoras e trabalhadores da Frente Emergencial de Trabalho de Torres receberam na quinta-feira, 30 de abril, na Secretaria de Obras do município, cestas com arroz, feijão, farinhas, legumes in natura e minimamente processados, frutas, panificados e produtos de higiene.

Os alimentos foram produzidos por agricultores e grupos beneficiários do projeto Fortalecimento da Rede Valorização e Uso da Sociobiodiversidade da Rede Ecovida de Agroecologia do Estado do RS, com recursos da Fundação Banco do Brasil (FBB).

“Além de atender às famílias beneficiárias, as cestas terão o papel de reduzir os estoques de produtos da sociobiodiversidade e manter a produção das famílias agricultoras envolvidas na Rede”, explica a técnica Carla Dornelles, do Centro Ecológico.

No Litoral Norte e na Serra, a ONG é responsável pelo projeto Valorização e Uso da Sociobiodiversidade. Assim, ficou responsável também pelo encaminhamento de 100 cestas na região de Torres. Além da Frente de Trabalho -indicada pelo Centro de Referência e Assistência Social (Cras)-, famílias que já eram acompanhadas antes da pandemia pela Igreja Brasa, Lions Clube no Projeto Amor e pela Sociedade Espírita Caminho da Luz,  foram contempladas.

Na região de Osório, a Ação Nascente Maquiné (Anama), que também faz parte desse projeto, está encaminhando as cestas para indígenas do Litoral.   A logística, organização e distribuição dos produtos ficoupor conta da Cooperativa de Produtores Ecologistas do Litoral Norte do RS e Sulde SC (Econativa), Cooperativa Mista de Agricultores Familiares de Itati, Terrade Areia e Três Forquilhas (Coomafitt), Cooperativa de Consumidores Ecotorres, Econativade Ipê, Encontro de Sabores de Passo Fundo, Cooperativa dos Agricultores dePorto Vera Cruz e Assentamento da Reforma Agrária Filhos de Sepé em Viamão, coma participação de organizações locais.

Projeto implementado por consórcio de organizações

O projeto que construiu essa ponte entre as famílias urbanas que precisam de alimento e famílias rurais que precisam manter a renda é implementado por um consórcio de organizações de assessoria técnica nas regiões da Serra, Campos de Cima da Serra, Região Metropolitana de Porto Alegre, Alto Uruguai, Sul, Vale do Taquari, Planalto e Litoral Norte. Por meio de ações integradas, essas organizações promovem formas sustentáveis de produção de alimentos, com destaque para as frutas nativas da Mata Atlântica.

Fonte: Centro Ecológico

Copyright @2024 – Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido e criado por Cadô Agência de Marketing