O Sindisaúde, que representa os trabalhadores do setor, publicou ontem, quarta-feira (27), comunicado de realização de paralisação no Hospital de Tramandaí. Parte das atividades da instituição pode ser afetada na próxima terça-feira, 02 de janeiro, entre 7h e 19h.
Também está previsto para o próximo dia 2 de janeiro uma assembleia para definir os rumos do movimento. De acordo com a publicação do Sindicato, esta paralisação foi definida em assembleia da categoria realizada no dia 22 de dezembro no município.
Conforme o Sindisaúde, os serviços essenciais e de urgência devem ser mantidos. A motivação da mobilização é o atraso dos salários por causa da falta de repasses do Governo do Estado. Os vencimentos de novembro ainda não foram depositados e somente parte dos funcionários recebeu a primeira parcela do décimo terceiro salário.
A Fundação Hospitalar Getúlio Vargas (FHGV), que administra a instituição, alega que os atrasos são motivados pela falta de repasse de recursos do Governo do Estado. No dia 22 de dezembro, em reunião em Porto Alegre, foi garantido o repasse de R$ 2 milhões e 600 mil reais para o Hospital de Tramandaí. O valor seria encaminhado deveria ser enviado ontem, quarta-feira, à FHGV e, segundo a direção do hospital, garantiria o pagamento dos salários de novembro nesta quinta-feira (28).
Para a próxima sexta-feira (29), os funcionários estão organizando uma manifestação, por volta das 17 horas, pelas ruas do município.
Fonte: Litoral na Rede