O primeiro caso de morte por afogamento deste verão no Litoral Norte foi registrado na tarde de ontem, quinta-feira (04). O bioquímico Gabriel Borges Batistello, de 31 anos, morreu no mar de um Balneário de Mostardas.
Gabriel estava no primeiro dia de férias e foi à praia com os amigos. Ele era bioquímico, servidor da Prefeitura Municipal de Mostardas e trabalhava na Secretaria Municipal de Saúde há seis anos.
De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar, o afogamento ocorreu a aproximadamente 400 metros da guarita 227, onde havia guarda-vidas, mas a uma distância longe do raio de visão da equipe. A vítima foi socorrida, mas morreu na ambulância a caminho do hospital.
O prefeito de Mostardas, Moisés Pedone, informou que irá e decretar luto oficial de três dias no município devido à morte do servidor público.
 
Fonte: Litoral na Rede