Após o TRF4 manter a condenação do ex-presidente Lula,na última quarta-feira (24), o caso rendeu mais que um debate político nas redes sociais. Desde a sexta (26), cibercriminosos têm alastrado uma publicação no Facebook em que prometem imagens de Luiz Inácio Lula da Silva sendo preso pela Polícia Federal, o que gerou centenas de cliques.

 De acordo com a publicação de Fábio Assolini da empresa de monitoramento e segurança digital Kaspersky, no Twitter, “o post patrocinado no Facebook oferece um suposto vídeo da sua prisão [Lula] e o download de um trojan bancário, que estava hospedado em um site .gov.br”.

Ao clicar sobre o link, o usuário permite a instalação automática de um trojan bancário, que consegue se infiltrar na máquina e roubar dados financeiros, como número de conta corrente, senhas e código de segurança de cartões.
Fonte: Gaucha ZH