Fotos com armas em punho e consumindo drogas foram postadas por um menor de idade nas redes sociais, mas a ousadia do adolescente infrator não era apenas no mundo virtual. Ele é investigado por assaltos e homicídios registrados nas últimas semanas no Litoral Norte, principalmente em Capão da Canoa.
Em uma ação conjunta da Brigada Militar e da Polícia Civil do Município, o adolescente foi apreendido na última segunda-feira (05). A partir de solicitação Delegacia de Capão da Canoa, a Justiça determinou a internação provisória do menor, que tem 17 anos, e ele foi encaminhado para uma unidade da Fundação de Atendimento Sócio-Educativo (Fase), em Porto Alegre.
Conforme o chefe de investigação, Renato Toscani, a internação é motivada pelo envolvimento do menor em assaltos em Capão da Canoa e outras cidades da região, mas ele também é suspeito de um homicídio e de uma tentativa de assassinato no município. Na Delegacia, o adolescente infrator negou a autoria dos crimes, mas admitiu ser integrante de uma facção criminosa.
 
Fonte: Litoral na Rede