Imagem ilustrativa

O Corpo de Bombeiros de Torres fez um alerta durante o programa Bom Dia Litoral, na Rádio Maristela, nesta manhã de quinta-feira, 14 de junho, sobre a divulgação e realização de um Curso de Bombeiro Civil na cidade.
Segundo o Bombeiro Militar, Jeferson França, a publicidade divulgada nas redes sociais está induzindo as pessoas ao erro, pois indica existir 64 vagas liberadas para Torres com promessa de salários de até R$ 4.500,00, quando na verdade o ingresso nas corporações de Torres e Passo de Torres não se dão por meio de curso como o divulgado.
“O grupo Solução, original do Paraná, está difundindo 64 vagas imediatas para a profissão de Bombeiro Civil na nossa cidade. Importante conceituar as diferenças entre os três tipos de profissionais: Bombeiro Militar, que tem por única entrada o concurso público, sendo um servidor do Estado, com todo regramento, com todos os direitos e deveres que o Estatuto dele prevê e preconiza. Temos o Bombeiro Voluntário ou Comunitário, que atende principalmente aos municípios onde o Corpo de Bombeiros Militar não dá atendimento. Um exemplo é a cidade de Passo de Torres, onde temos um Corpo de Bombeiro Misto, Bombeiros Militares e Voluntários. Os Voluntários não são remunerados.  Torres, hoje, só opera com Bombeiros Militares. E o terceiro tipo é o Bombeiro Civil, uma profissão regida pela CLT, sendo contratado por empresas privadas de grande porte, como shoppings, arenas de shows, entre outros. O Bombeiro Civil dá o primeiro atendimento até a chegada do Bombeiro Militar”, explica o soldado Jeferson.
Segundo o bombeiro Jeferson, a divulgação de 64 vagas para Bombeiro Civil é tendenciosa, e tão pouco a região possui a demanda para atuação de Bombeiros Civis, visto não existir empresas de grande porte. A Corporação de Bombeiros de Torres está preocupada pois muitas pessoas têm feito contato achando que com o curso promovido pelo grupo Solução terão garantia de ingresso na Corporação, o que não é verdade.