Uma obra de mais de R$ 8 milhões que trará ainda mais qualidade de vida a toda a população. É isto o que o sistema de esgotamento sanitário irá representar ao município de Turvo. A primeira etapa, que contempla a construção da Estação de Tratamento de Esgoto, foi oficialmente inaugurada na tarde desta sexta-feira, 30.

Com 9,6 km de rede coletora e 541 ligações domiciliares, a obra foi iniciada em 2009, na gestão do ex-prefeito Ronaldo Carlessi e hoje, faz com que Turvo seja um dos primeiros municípios do Sul do estado a implantar o sistema. A construção da segunda etapa iniciou em 2014 e deve ser finalizada ainda em 2018 – compreendendo mais de 14,6 km de rede coletora, 996 ligações domiciliares e quatro estações elevatórias nos bairros Centro e Cidade Alta, interligando o bairro Vila Manenti. O investimento total das duas etapas foi de aproximadamente R$ 8,5 milhões, por meio de recursos destinados pela Funasa.

Com a implantação do sistema de esgoto, 65% da população que reside no perímetro urbano será atendida. “A construção do sistema de esgotamento sanitário é de extrema importância para a recuperação e preservação de mananciais de água que são utilizados, principalmente, para irrigação das lavouras de arroz e abastecimento humano. Com esta ação, vamos reduzir os riscos de doenças vinculadas ao esgoto e melhorar a qualidade de vida da população”, destaca o prefeito, Tiago Zilli.

Ainda durante o ato de inauguração, o município recebeu a aprovação do projeto e a ordem de licitação de mais de R$ 390 mil e fundo perdido da Funasa, para investimentos programa MSD – Melhorias Sanitárias Domiciliares com intervenções promovidas nos domicílios. “O objetivo deste projeto é atender às necessidades básicas de saneamento das famílias, por meio de instalações hidrossanitárias mínimas, relacionadas ao uso de água, à higiene e ao destino adequado dos esgotos domiciliares”, acrescenta o prefeito.

Tiago Zilli explica os demais benefícios que a obra trará à população. “O recurso irá contemplar a implantação de 148 ligações intradomiciliares no bairro Vila Manenti, permitindo o destino correto do esgoto, sem mais agressões ambientais ao Rio Turvo, recentemente desassoreado. Além disso, banheiros serão construídos e reformados para atender oito famílias carentes do município, além da implantação de 144 lixeiras domésticas individuais para as famílias dos Loteamento São Braz e Serrano”, finaliza.

 

 

Fonte: W3 Revista / Fotos: Michelle Oyah