95% dos focos encontrados de Aedes aegypti em Osório estavam em residências

Publicado em 15 de abril de 2019

A transmissão da dengue, da Febre Chikungunya e do vírus Zika ocorre pela picada de mosquito Aedes aegypti. Em Osório, o assunto vem sendo motivo de preocupação dos moradores, devido aos elevados números de focos do inseto encontrado no município. De acordo com a prefeitura do município, o levantamento divulgado nessa semana pela Secretaria Municipal da Saúde, mostra que 95% dos focos estavam em residências. Ao todo, conforme a última atualização, no município foram encontrados 82 focos, em 10 bairros.

A Vigilância Sanitária Ambiental orienta aos moradores para que revisem os pátios e as residências, uma vez que o mosquito procura locais abrigados, sem vento, para fazer a postura, como plantas com água, pneus, resíduos material de construção, potes plásticos escondidos entre as plantas.

Dentro de casa é importante revisar banheiros sem uso. Também é importante que todo recipiente seja escovado e guardado ao abrigo da chuva. As piscinas devem ser movimentadas 2 a 3 vezes por semana. Calhas devem ser desentupidas, caixas d’água cobertas e esgotos vedados.

 

Fonte: Litoral na Rede


Ler comentários.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Requer os campos marcados *


Rádio Maristela

Current track
TITLE
ARTIST

Background
WordPress HTML5 Audio Player Plugin
No ar agora

Estúdio 106

Estúdio 106

14:30 17:00


No Ar Agora:
Desenvolvido por