A Polícia Civil de Torres, sob a coordenação do Delegado Juliano Carvalho, prendeu na manhã desta segunda-feira, 18, um homem com as iniciais G.G.C., em flagrante pelo crime de cárcere privado e ameaça.

De acordo com o delegado Juliano, a vítima procurou a Delegacia de Polícia pedindo socorro pela grave situação de violência doméstica que estava sofrendo, incluindo agressões à sua filha de um ano e meio. Segundo a vítima em depoimento à Polícia Civil, o acusado estava mantendo o bebê em cárcere privado, chegando a narrar um quadro de tortura em que ambas passavam nas mãos do agressor doméstico.

Os agentes se deslocaram até o endereço informado pela vítima, logrando êxito na prisão do acusado e no resgate do bebê. Ambos estavam na casa da vítima. Também foi representada no dia de hoje, segunda-feira, 18, a prisão preventiva do autuado.

Identificação de acusado e vítimas, assim como endereço, não foram informados, pois são preservados pela legislação brasileira vigente.

Central de Jornalismo – Rádio Maristela