O novo Boletim Epidemiológico (nº 80/2020), com dados do Litoral Norte gaúcho foi divulgado pelo Centro de Operações de Emergências (COE) da 18ª Coordenadoria Regional de Saúde (18ºCRS) na noite de ontem, 03 de agosto, por volta das 21h30min.

Embora a região tenha retornado no último final de semana para a bandeira menos restritiva, a laranja, o novo levantamento apresenta dados preocupantes em relação à capacidade de atendimento em alguns dos principais hospitais do Litoral Norte e registro de sete novos óbitos (Osório, 2, Imbé, 2, Santo Antônio da Patrulha, 2, e Três Cachoeiras, 1, totalizando 73 pessoas falecidas em decorrência da Covid-19 desde o início da pandemia.

Até o fechamento do último Boletim (nº 80/2020), são 2.739 casos confirmados, 2.057 recuperados e, segue atualmente, 1477 casos suspeitos aguardando resultado de exames. Dos sete hospitais da região, quatro estão com alta taxa de ocupação não somente para as vagas destinadas à Covid-19, mas também para os leitos não Covid.

O Hospital de Osório ainda apresenta desabastecimento de medicamentos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e, por isso, mantém apenas três leitos operacionais exclusivos para pacientes não intubados. Os hospitais de Torres e Osório estão com taxa de ocupação de 100%, tanto para paciente Covid, como para não Covid.

Os hospitais de Capão da Canoa e Tramandaí estão com 88% e 90% de ocupação dos leitos para pacientes não Covid e 100% e 83% para pacientes Covid-19, respectivamente. De acordo com a 18ª CRS, como os leitos de UTI são regulados pela Central de Regulação Estadual, há pacientes de outras regiões do Estado internados nos hospitais do Litoral Norte, assim como há pacientes residentes no Litoral internados em outras regiões do RS.

Central de Jornalismo – Rádio Maristela