Diante do expressivo aumento dos feminicídios e casos de violência contra a mulher durante o isolamento social, entidades ligadas à agroecologia no Litoral Sul de Santa Catarina, Serra e Litoral Norte do Rio Grande do Sul retomaram uma campanha de 2017 pela justa divisão do trabalho doméstico e contra a violência às mulheres. 

Sob o lema “Ficar em casa é uma questão de saúde, dividir tarefas e viver sem violência também”, as peças publicitárias da campanha levam à reflexão sobre a opressão enfrentada por mulheres rurais e urbanas, dentro de espaços que deveriam ser de segurança e acolhimento.

O Centro Ecológico localizado em Dom Pedro de Alcântara vai divulgar vídeos, podcasts e folders por meio de suas redes sociais e, especialmente, fazer chegar o tema da Campanha às organizações do campo e da cidade de modo que possam assumir o compromisso com essa luta.

Fonte: Centro Ecológico