A violência contra a mulher permeia a história da humanidade em diversos aspectos, sendo a violência doméstica uma das mais alarmantes, visto ser, via de regra, velada entre familiares e pessoas próximas à vítima.

Em entrevista na Rádio Maristela na manhã desta segunda-feira, 17 de agosto, os soldados da Brigada Militar de Torres, Cimara Carpes Obem Grundler  e Ederson Luiz Bordoni Valadão falaram sobre o conceito de Violência Doméstica e Familiar contra a mulher.

Segundo os entrevistados é caracterizada por qualquer ação ou omissão baseada no gênero que lhe cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual, psicológico, patrimonial ou dano/prejuízo moral, conforme a Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006, conhecida como Lei Maria da Penha, que completou 14 anos recentemente.

As cidades de Torres e Arroio do Sal passaram a contar com a atuação dos policiais militares na Patrulha Maria da Penha desde maio de 2020, disponibilizando um número de telefone/WhatsApp, especialmente para denuncias: 51 98594-7924 ou, em caso de emergência, ligar no 190.

Confira a entrevista na íntegra:

Central de Jornalismo – Rádio Maristela