No recente Boletim Epidemiológico do Litoral Norte Gaúcho, emitido na noite de ontem, terça-feira, 25 de agosto, a região conta com 4.587 casos confirmados, dos quais 3.699 estão recuperados da contaminação pelo novo Coronavírus e 107 óbitos desde o início da pandemia. O número de casos ativos, aquelas pessoas que estão atualmente contaminadas e devem realizar isolamento domiciliar, são 781 casos.

Um novo gráfico no Boletim apresenta dados de casos confirmados de Covid por semana, no qual verifica-se que o maior número de confirmados em uma semana ocorreu com registro de 510 casos na primeira semana de agosto. De lá para cá, o número de confirmados passou a cair a cada semana, 468 e 375 novos casos nas duas últimas semanas.

Para a coordenadora regional de Saúde, Magda Bartiskoski, ainda é muito cedo para se ter certeza que se trata de um declínio na contaminação ou é caso de subnotificação. A coordenadora foi enfática ao afirmar que embora os gráficos apresentem dados de queda, o Estado enfrenta a dificuldade de agilizar exames, atualmente, leva cerca de um mês para a entrega de resultados pelos laboratórios do Estado. Outro fator preocupante é a alta taxa de ocupação hospitalar na região e o crescente número de óbitos diários.

De acordo com o monitoramento da 18ª Coordenadoria Regional de Saúde (18ªCRS), o número de internações hospitalares na região durante as últimas semanas tem aumentado. No levantamento, o Litoral Norte apresenta as seguintes taxas de ocupação dos leitos de UTI: Hospital de Torres: 100%; Hospital de Osório: 100%; Hospital de Tramandaí: 100%; e Hospital de Capão da Canoa: 82%.

Central de Jornalismo – Rádio Maristela