Com informações do G1.

Uma mulher de 26 anos foi presa em flagrante, nesta sexta-feira, 30 de julho, suspeita de matar o filho de 7 anos e jogar o corpo em um rio em Imbé. Ela teria dado remédios para a criança.

De acordo com a polícia, o menino vivia sob intensa tortura física e psicológica. Segundo o delegado responsável pelo caso, Antonio Carlos Ractz, em depoimento à polícia, a mulher confessou o crime. Para Brigada Militar e a Polícia Civil, a mulher teria ido até a Delegacia de Polícia de Tramandaí na noite de quinta-feira, 29, para registrar que o filho estava desaparecido há dois dias, em Imbé.

O Corpo de Bombeiros faz buscas pelo corpo do menino. A mulher foi autuada em flagrante por homicídio qualificado, com agravante por ocultação de cadáver. A Polícia também investiga a participação da companheira da acusada.

Foto: JPN / Corpo de Bombeiros realiza buscas pela criança desde a noite de quinta-feira, 29