De acordo com informações do delegado da Polícia Civil, em plantão em Torres, delegado Adriano Koehler Pinto, as investigações preliminares apontam que dois filhos do policial aposentado da PRF, Fábio Zortea, estiveram em dois estabelecimentos comerciais para adquirir bebidas alcoólicas, causando confusão nos comércios.

A Brigada Militar foi chamada para intervir e os dois homens reagiram a ordem de abordagem. A ação culminou em frente ao prédio onde residem, nas proximidades do camelódromo.

O policial aposentado Fábio, pai dos dois rapazes, desceu do seu apartamento para intervir, quando ocorreram os disparos tirando sua vida.

De acordo com o delegado Adriano, responsável pela investigação, houve luta e tentativa de desarmar os policiais e agressão. Foi confirmado o falecimento do policial da PRF, Fábio Zortea, e que um de seus filhos também foi baleado e encaminhado ao hospital Nossa Senhora dos Navegantes.

O delegado Adriano afirmou ainda que na manhã de hoje está sendo elaborado auto de prisão em flagrante dos dois filhos do policial aposentado da PRF.

O caso foi abordado na Rádio Maristela em entrevista com o capitão da Brigada Militar de Torres, João César Verde Selva, o Capitão Selva.

Acompanhe, aqui: