Desde 2018, cerca de 40 pessoas entre aposentados e pensionistas de Arroio do Sal foram surpreendidas com descontos mensais em seus rendimentos, especialmente durante a pandemia, muitas vezes sem que tenham sido procurados por representantes das instituições financeiras ou sem ter assinado contrato de empréstimo consignado. De acordo o órgão, os casos têm sido recorrentes e cada vez aumentando mais o número de atendimentos desses tipos de fraudes no Procon de Arroio do Sal, localizado junto a Prefeitura Municipal, onde é possível cancelar o consignado ou, em alguns casos, encaminha-se certidão à esfera judicial.

Em março de 2021, um dos aposentados vítima do golpe procurou o Procon no Município relando que ficou surpreso ao constatar um depósito de cerca de R$ 22 mil em sua conta bancária. Ao tomar conhecimento do valor procurou imediatamente a sua agência bancária, a qual informou que se tratava de um depósito de empréstimo consignado e, caso não fosse autorizado pelo aposentado, que procurasse o Procon, pois poderia ser um golpe.

No atendimento do Procon, de posse dos documentos comprobatórios em mãos, a vítima é orientada a solicitar o cancelamento do empréstimo junto a instituição financeira depositária do valor consignado. O processo junto ao Procon, do trâmite inicial ao término, em médica leva 30 dias, dependendo do caso.

Casos como os que têm ocorrido em Arroio do Sal se repetem por todo o país, conforme dados do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), que mostram que as reclamações por crédito consignado irregular cresceram 12,78% de 2019 para 2020, passando de 29.551 para 33.329.

Já na base de dados do Portal do Consumidor, do governo federal, as reclamações mais do que dobraram, saltando de 39.688 para 89.688, no mesmo período — alta de 124,45%.

O que fazer caso descubra que fizeram um empréstimo no seu nome? O Procon de Arroio do Sal orienta:

1. Reúna as informações; 

2. Não utilize o dinheiro; 

3. Registre um Boletim de Ocorrência na Polícia Civil; 

4. Realize uma reclamação junto a Ouvidoria da instituição financeira que realizou o depósito; 

5. Acesse o gov.com e baixe o App MEU INSS. Nele você encontra a opção de bloquear o acesso à autorização de consignado; 

6. Procure o Procon para solicitar o cancelamento do empréstimo consignado, pedindo a baixa do contrato com devolução do valor da fraude (caso tenha entrado em sua conta).

O INSS não tem ciência da fraude e, as vezes, nem o banco tem; o desconto continuará e você pagará a parcela com juros e terá seu limite utilizado por um contrato que sequer solicitou; mesmo que o dinheiro entre na sua conta esse crédito é fruto de fraude e quem fraudou seus dados uma vez, pode fraudar a segunda e pode ser que na próxima o dinheiro não caia mais na sua conta.

Procon em Arroio do Sal

Localizado na Rua Alegrete, nº 165, junto a Prefeitura Municipal, com horário de funcionamento: das 8h às 12h e das 14h às 18h

Telefone: (51) 3687-3580

Email: procon@arroiodosal.rs.gov.br

:: Quer receber as notícias da Prefeitura de Arroio do Sal no seu celular? Basta salvar o número (51) 3687-3550 na sua agenda e enviar uma mensagem com o texto: “Notícias”.