Em reunião, na manhã desta sexta-feira, 01 de outubro, foi decidido manter o ponto de ônibus rodoviário, provisoriamente por 60 dias, ao longo da via que passa por dentro da atual rodoviária, para que a população e turistas tenham um local propício e central para realizar esta operação.

A administração municipal comunicou que está se esforçando para que a situação da localização definitiva da rodoviária de Torres seja esclarecida. O prefeito Carlos Souza, juntamente com os secretários municipais e a Câmara de Vereadores buscam com o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (DAER RS) os esclarecimentos necessários, e alegou que irá na próxima semana convocar uma reunião com o Governo do Estado juntamente com o Daer.

Participaram da reunião o prefeito de Torres, Carlos Souza, a empresa Kurz e Leal Ltda, o representante da Viação Unesul e Expresso São Marcos, e os secretários do planejamento e participação cidadã, Matheus Junges e de obras e serviços públicos, Mauro Marcelo Dias de Jesus, o presidente da Câmara de Vereadores de Torres, Gibraltar Pedro Cipriano Vidal, e o vereador Rafael Silveira.