Os números finais de pessoas perdidas e encontradas nas praias do litoral gaúcho, contabilizado entre o dia 31 de dezembro e 2 de janeiro de 2022, chamam a atenção. O primeiro final de semana do ano teve 207 pessoas perdidas, sendo 55 na sexta-feira (31/12), 131 no sábado (1º/1) e 21 no domingo (2/1).

A atuação dos guarda-vidas na beira-mar foi marcada não só pelas atividades preventivas e salvamentos, tendo em vista o número recorde de ocorrências de pessoas encontradas nas guaritas. Em comparação com o mesmo período do ano passado (179), ocorreu um aumento de 16,2%. Se comparados com os números da própria operação verão 2021/22, que já somam 271 ocorrências do tipo, este único final de semana representa 76,47% dos registros de toda operação atual.

Bandeira azul significa que um pessoa foi encontrada. Foto: Divulgação CBMRS

O CBMRS orienta que o veranista esteja sempre atento, principalmente com as crianças. Os pequenos podem facilmente se distraírem, saindo do campo de visão dos pais e responsáveis, e se perderem. Para auxiliar no cuidado, solicite a pulseirinha de identificação ao guarda-vidas.

É importante que as crianças saibam sempre qual a guarita em que os pais estão próximos, de maneira a facilitar sua localização, além de procurarem o posto de salvamento sempre que estiverem perdidas. Tão logo seja informado pela criança – ou pessoa perdida – o guarda-vidas colocará uma bandeira azul abaixo da bandeira de indicação de mar, com a indicação de “pessoa encontrada”.


Fonte: CBMRS