Rito e Ritualidade: Desafios em tempos de espetacularização da liturgia. Este será o tema do Seminário Regional de Liturgia, nos dias 24 a 26 de junho, em Veranópolis. O encontro, organizado pelo Setor Liturgia do Regional Sul 3, espera cerca de 100 pessoas: coordenadores diocesanos, paroquiais e agentes da pastoral litúrgica e da catequese, professores de liturgia e sacramentos, bispos, presbíteros, religiosos, diáconos e seminaristas.

O Pe. Luciano Massullo, que coordena o Setor Liturgia no Estado, explica que o objetivo do Seminário é proporcionar formação às coordenações diocesanas de liturgia, para que depois possa ser replicado em cada Igreja Local, nas paróquias e comunidades.

Depois de dois anos de pandemia, a expectativa para o reencontro presencial é grande. Além disso, conforme explica o Pe. Luciano, o tema é fundamental para ser refletido neste momento:

Vivemos um período conturbado na vida litúrgica da Igreja, com o avanço de um jeito de celebrar que remonta ao período pré Concílio Vaticano II e o crescimento disso entre os jovens. Por isso a ideia é trabalhar e refletir sobre isso, a nova eclesiologia e a liturgia apresentada pelo Concílio Vaticano II. Não podemos viver a Igreja dos dias de hoje com a liturgia dos dias de ontem, destaca o coordenador.

Para trabalhar o tema proposto durante os 3 dias, o Seminário contará com a assessoria do Pe. Marlon Ramos Lopes, da Ir. Angela Soldera e do Pe. Gustavo Haas.

ATENÇÃO: As inscrições devem ser realizadas diretamente com os referenciais de liturgia, em cada arqui/diocese.

Fonte: CNBB