No dia 31 de julho iniciou em toda a Diocese de Osório o Mês Vocacional 2022. Sabemos que agosto no Brasil é o mês das vocações. Porém, porque iniciar antecipadamente o mês das vocações?

De acordo com a coordenação diocesana do Serviço de Animação Vocacional (SAV), a Diocese decidiu iniciar nesse dia para dar ênfase a todas as vocações da Igreja. Deste modo, reserva-se a vivência de cada domingo a celebração de cada vocação específica, porém se quer enfatizar a vocação do povo de Deus no caminho da santidade e da vida.

> Conheça mais sobre a proposta no portal Mês Vocacional, clicando AQUI.

Tema do Mês Vocacional

A Igreja católica no Brasil, por ocasião do mês vocacional, apresenta todos os anos uma motivação para celebrar as vocações específicas do Povo de Deus. O mês vocacional é celebrado no Brasil há 40 anos e, constantemente, vem comemorando as vocações no decorrer das semanas de agosto.

Neste ano, o tema de reflexão foi retirado novamente da Exortação Apostólica Pós-Sinodal Christus Vivit: “Cristo vive! Somos suas testemunhas, e o lema: “Eu vi o Senhor” (cf. Jo 20,18).

A arte do cartaz provoca a perceber o Cristo ressuscitado como certeza de fé, pois Ele vence a morte e somos suas testemunhas no mundo, conforme abaixo:

Proposta na Diocese de Osório

Para esta ocasião, a Diocese de Osório elaborou roteiros litúrgicos para cada domingo para as celebrações nas paróquias e suas comunidades. Abaixo seguem os roteiros:

Domingo, 31/07: ABERTURA DO MÊS VOCACIONAL

Roteiro_Abertura do Mês Vocacional 2022

Domingo, 07/08: VOCAÇÃO AO MINISTÉRIO ORDENADO

Domingo, 14/08: VOCAÇÃO À VIDA MATRIMONIAL

Domingo, 21/08: VOCAÇÃO À VIDA RELIGIOSA CONSAGRADA

Domingo, 28/08: VOCAÇÃO LAICAL

Além do roteiro litúrgico, está disponível o roteiro vocacional produzido pela revista Rogate.

Acesse AQUI.

O referencial para a Animação Vocacional, Pe. Éderson Tiago Oliveira da Silva, e a equipe diocesana da Animação Vocacional “desejam que neste mês das vocações sejam intensificadas as orações, adorações e incentivo vocacional a todos, principalmente, aos jovens.”.

Fonte: Diocese de Osório