Sem salário, foi assim que os servidores do Hospital Regional de Araranguá passaram o Natal. Depois de muito debate, no fim da última semana, parecia que a situação da Instituição Hospitalar estava se resolvendo, já que o Governo do Estado de SC havia contratado o Instituto Desenvolvimento, Ensino e Assistência à Saúde – IDEAS, em caráter emergencial para assumir a gestão.
Com a saída forçada da SPDM e a assinatura do contrato com o novo gestor, tudo indicava que o atendimento no Hospital Regional voltaria ao normal, porém o Juiz do Ministério Público, Luiz Francisco Delpizzo Miranda, emitiu sentença indeferindo a saída da SPDM, e a posse da nova equipe gestora.
A nota salienta os motivos, um deles seria a contratação sem rescisão do contrato anterior, com a SPDM. De acordo com Cleber Ricardo, membro do SindiSaúde, os servidores aguardam uma solução. Sobre os salários, eles devem cair na conta dos servidores hoje, 26 de dezembro, levando em consideração a liminar de bloqueio das contas da SPDM. Está previsto para o dia de hoje uma reunião entre a SPDM e IDEAS, para debater sobre a gestão do Hospital Regional.
Fonte: Litoral na Rede