Uma audiência de conciliação da ação coletiva sobre o pagamento das verbas rescisórias – estimada em R$ 7 milhões – dos 380 trabalhadores demitidos do Hospital Regional de Araranguá está acontecendo nesta manhã de sexta-feira, 09, na Justiça do Trabalho de Araranguá.
A audiência é realizada após os pedidos de bloqueio de valores feitos contra a Associação Paulista Para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) e do Estado de Santa Catarina pelo Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Saúde de Criciúma e Região (Sindisaúde).
Segundo o advogado do Sindisaúde, Ivan Bitencourt, “esperasse uma proposta de pagamento das verbas rescisórias que contemplem os anseios dos trabalhadores.  Após a audiência o sindicato irá convocar uma assembleia para discutir com os trabalhadores os rumos da ação ainda sem data marcada.
 

Fonte: W3 Revista