O governo do Estado está investindo R$ 156,7 milhões em obras de esgotamento sanitário em Capão da Canoa e Xangri-lá. As ações foram detalhadas pela Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), na última sexta-feira (4), a lideranças, arquitetos, engenheiros e empresários dos dois municípios, durante reunião-almoço e visita às obras da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Guarani, em Capão da Canoa.
Com investimento de R$ 23 milhões e capacidade para receber 128 litros por segundo, o primeiro módulo da ETE deve ser concluído no próximo semestre, quando será lançada licitação à construção do segundo módulo, bacias de infiltração e redes coletoras e elevatórias de esgoto. Este segundo lote de obras receberá recurso de R$ 68 milhões.
De acordo com o secretário de Obras, Saneamento e Habitação, Rogério Salazar, “este grande investimento mostra a preocupação do governo estadual em ampliar o saneamento básico e garantir a balneabilidade do nosso litoral. A aplicação de recursos na área garante mais saúde, qualidade de vida, preservação do meio ambiente e desenvolvimento para os municípios.
 
Fonte: Blog Gabi