Uma semana após a interdição total da Delegacia de Polícia do Arroio do Silva, o local segue sem previsão para reabrir. Na tarde da última segunda-feira, 21, o secretário Regional de Araranguá, Heriberto Afonso Schmidt, participou de uma audiência na Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) para pleitear a liberação do recurso para a reforma do telhado, que é o principal problema apontado em inspeção do Corpo de Bombeiros que determinou o fechamento do espaço.
O trâmite leva aproximadamente 40 dias até que a empresa vencedora esteja habilitada para realizar o serviço. Enquanto isso, a Delegacia Regional de Polícia Civil de Araranguá está atendendo as demandas da população do Arroio do Silva, assim como a Central de Plantão Policial. A DPMU de Balneário Arroio do Silva está interditada e sem previsão para reabrir desde a última segunda-feira, dia 14. O Corpo de Bombeiros de Araranguá fechou o local após inspeção que constatou risco de desabamento do telhado, infiltrações de água e sérios riscos de curto circuito.
 
Fonte: w3 Revista