Começou as tratativas para que a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), do Governo do Estado, assuma temporariamente a operação da BR-290, a Free Way. Uma reunião entre diretores e técnicos da estatal, juntamente com representantes do Ministério dos Transportes e do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), ocorreu nesta segunda-feira (23), em Brasília. Porém não houve acordos. De acordo com o presidente da EGR, Nelson Lídio, a decisão ocorrerá após estudos técnicos. No encontro, ficou acertado que o Dnit encaminhará um documento contendo informações detalhadas sobre o padrão de qualidade a ser adotado na gestão da rodovia. “Somente em posse dessas informações a empresa poderá desenvolver estudos tarifários e de viabilidade econômica para manter as vias em boas condições” informou. Lídio disse ainda, que equipes de monitoramento da empresa já constataram degradação das pistas desde que a Concepa deixou a concessão.

Fonte: Litoral na Rede