Governo federal libera R$ 2,7 milhões para projeto da nova ponte Imbé/Tramandaí

Publicado em 30 de dezembro de 2018

“Esse é um sonho de mais de trinta anos que não só Imbé e Tramandaí tinham, mas todo o Estado do Rio Grande do Sul”, comemorou o prefeito de Imbé, Pierre Emerim, ao anunciar neste sábado (29), pelas redes sociais, a assinatura do convênio para a contratação do projeto de engenharia e arquitetônico para a construção de uma nova ponte de Imbé a Tramandaí.

O convênio foi assinado pelo prefeito em exercício de Imbé, Luis Henrique Vedovato, e pelo secretário de Desenvolvimento Regional do Ministério de Integração Nacional, Marlon Carvalho Cambraia. O contrato é válido por 365 dias e a previsão é que ocorra a liberação de R$ 2,7 milhões para viabilizar a elaboração do projeto.

Caberá à Prefeitura de Imbé realizar um processo licitatório para contratar a empresa responsável pelos estudos. De acordo com o prefeito em exercício, a elaboração desta licitação terá início nos próximos dias. Vedovato explicou ao Litoral na Rede que o estudo deverá apresentar várias alternativas de traçado para a nova ponte sobre o Rio Tramandaí. “É mais que um projeto da ponte. É um estudo de desenvolvimento futuro da região”, afirmou.

O prefeito em exercício salientou ainda que uma das exigências é que a nova ponte suporte capacidade maior de carga e permita a passagem de veículos maiores do que a atual estrutura. Ele destaca que o valor liberado agora é apenas 5% do total previsto para todo o projeto, que deve incluir também as vias de acesso dos dois lados da travessia sobre o Rio Tramandaí.

Após a conclusão do projeto, será preciso celebrar um novo convênio com o governo federal para que os recursos para a execução da obra sejam liberados. Conforme Vedovato, o deputado federal Alceu Moreira que articulou em Brasília o atual convênio, se comprometeu em mobilizar a bancada gaúcha para apresentar, em 2019, uma emenda ao orçamento da União.

Sobre o valor de R$ 2,7 milhões para o projeto, o prefeito em exercício explicou que é um montante necessário para fazer um estudo completo que possa projetar a demanda da região para às próximas décadas. “Até hoje, nunca teve um projeto técnico. Se não tem projeto, não vai ter ponte”, concluiu.

 

 

Fonte: Litoral na Rede


Ler comentários.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Requer os campos marcados *


Rádio Maristela

Current track
TITLE
ARTIST

Background
WordPress HTML5 Audio Player Plugin
No ar agora

A Voz do Brasil

A Voz do Brasil

19:00 20:00


No Ar Agora:
Desenvolvido por