Ontem, quinta-feira, 6, as Forças Táticas da Brigada Militar, seguindo o Plano de Comando de 2019 do 2° Batalhão de Policiamento de Áreas Turísticas (2º BPAT), estiveram, durante todo o dia, realizando intenso treinamento no 1° Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) em Porto Alegre.

De acordo com a BM, as instruções teóricas e práticas foram sobre o sistema de Patrulhas Especiais, visando a evolução a pé e motorizada em terrenos específicos com a presença potencial de delinquentes. Também, houve aulas de composição e material para ações maiores que necessitem de tropa de choque, incluindo o uso de granadas e escudos.

De acordo com o subcomandante do 2º BPAT, capitão Juliano Giboski, os policiais das Forças Táticas são policiais que atuam geralmente em missões especiais e mais complexas, trabalham com equipamento e armamento diferenciado, daí a importância do treinamento constante.

“Estamos buscando enviar eles para realizarem diversos treinamentos com tropas especializadas, a exemplo desse último treinamento onde nosso efetivo foi ter instrução com o pessoal do 1º BPCHOQUE, buscando aperfeiçoar e treinar técnicas de abordagens e controle de distúrbios”, explica o capitão Giboski.

Esta foi a 15ª instrução das Forças Táticas do 2° BPAT de um total de 20 previstas para este ano.

Central de Jornalismo – Rádio Maristela