A Exortação pós-sinodal sobre a Amazônia foi publicada hoje, quarta-feira, 12 de fevereiro, na Santa Sé. O documento traça novos caminhos de evangelização e cuidados do meio ambiente e dos pobres.

Papa Francisco visiona um novo ímpeto missionário e encoraja o papel dos leigos nas comunidades eclesiais. “A Amazônia querida apresenta-se aos olhos do mundo com todo o seu esplendor, o seu drama e o seu mistério.” Assim tem início a Exortação apostólica pós-sinodal, Querida Amazônia.

O Pontífice, nos primeiros pontos, (2-4) explica “o sentido desta Exortação”, rica de referências a documentos das Conferências episcopais dos países amazônicos, mas também a poesias de autores ligados à Amazônia.

Francisco esclarece que não pretende substituir nem repetir o Documento final, que convida a ler “integralmente”, fazendo votos de que toda a Igreja se deixe “enriquecer e interpelar” por este trabalho e que a Igreja na Amazônia se empenhe “na sua aplicação”.

Fonte-foto: Vatican News

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui