Dados sugerem que as medidas compensatórias oferecidas pelo governo federal – por conta dos decretos de Isolamento Social para conter a pandemia de Civid-19 – tiveram resultados visíveis em Torres. É que o isolamento coincidiu com o período normal de demissões dos trabalhadores que estavam empregados em decorrência da temporada de verão, o final de março. E como o governo Federal anunciou as medidas de compensação para empresas e para funcionários em abril, o período de quarentena acabou diminuindo o número de pedidos de Seguro Desemprego em Torres.

No mês de abril somente sete pedidos de Seguro Desemprego feitos de forma direta na agência – e outros 151 feitos na web, de forma eletrônica. Já no mesmo mês de abril do ano de 2019, a agência do SINE em Torres realizou a formalização de 353 pedidos do seguro, quando na web não houve nenhuma formalização. Portanto são 158 pedidos a mais feitos em 2019, em comparação com este ano. No mês de junho o fenômeno se repetiu, mas de forma menos desigual, ou seja, ainda houve mais pedidos em 2019 do que em 2020, numa diferença de em torno de 50 pedidos.

Os pedidos diretos na web também são uma realidade. Da para se notar que a escolha de realizar as operações pela internet foi maciça, o que sugere que o processo não é muito burocrático.

Fonte: A Folha Torres