A Prefeitura de Torres emitiu comunicado afirmando improcedentes as denúncias de dois casos de fura-filas no município, em relação as aplicações de vacinas contra a Covid-19. As queixas foram apresentadas ao Ministério Público e já esclarecidas. A Prefeitura garante que todo o procedimento da vacinação é transparente.

De acordo com o comunicado, os dois casos de denúncias são infundados. Uma denúncia referiu-se a imunização de uma psicóloga, porém, por ser profissional da saúde está incluída no programa de vacinação. Outra denúncia é que uma nutricionista de cidade vizinha foi vacinada aqui. A profissional trabalha em Torres, porém, foi imunizada em Cidreira como profissional da saúde do município. A Prefeitura afirma estar obedecendo rigorosamente os planos de imunização definido pelo Estado e pelo Ministério da Saúde.

O comunicado também destacou que, desde o início da pandemia, a Secretaria Municipal de Saúde tem atuado com responsabilidade e dedicação no combate à disseminação da doença. Foi o primeiro município no Litoral Norte a criar o Centro de Triagem do Coronavírus, realizou inúmeras operações de orientação e ações de fiscalização. Após o começo das aplicações da vacina, a Secretaria vem divulgando diariamente dados sobre as imunizações.

Para qualquer dúvida ou esclarecimento sobre o processo de vacinação, a Secretaria da Saúde permanece à disposição da comunidade.

Fonte: PMT