A Associação de Moradores e Amigos do Bairro Querência é a organizadora da 29ª edição das homenagens ao Frei Adercide dos Santos Silva.

O evento ocorre na próxima sexta-feira, 19 de fevereiro, porém, devido a pandemia, a tradicional caminhada em mutirão, na qual os fiéis seguiam o percurso em oração até o Oratório Frei Adercide, não será realizada este ano, para evitar aglomerações.

Ocorrerá apenas a missa campal no Oratório, localizado na comunidade da Querência, São João do Sul, com início às 08h da manhã, com medidas de prevenção ao Coronavírus.

Trajetória de vida e missão

Adercide dos Santos Silva nasceu na localidade de Costãozinho, município de Mampituba/RS, no dia 30 de setembro de 1956. Ainda criança passou a residir em Praia Grande/SC, junto com seus pais, Antônio e Anselma.

Aos 18 anos ingressou no Convento São Francisco, em Garibaldi/RS e, aos 25 anos fez o noviciado em Marau/RS. Após cursar filosofia e teologia, foi ordenado sacerdote no dia 02 de fevereiro de 1986, pelo bispo Dom Osório Bebber, na Paróquia São Sebastião, em Praia Grande. Recém-ordenado foi nomeado vigário paroquial em Ibiraiaras/RS e, em seguida, pároco na Paróquia São João Batista, em São João do Sul.

Viveu intensamente seu lema sacerdotal: “O Filho do Homem veio, não para ser servido, mas para servir e dar sua vida em resgate de muitos” (Mt 20,28). Destacava-se pela oração, devoção a Nossa Senhora e pelo carinho dedicado ao povo.

Aprendeu, desde cedo, a conviver com sua saúde debilitada. No dia 19 de fevereiro de 1992, aos 37 anos de idade, frei Adercide faleceu, vítima de hepatite crônica e viral. A mesma enfermidade que já havia ceifado a vida dos pais e de sua irmã.

No seguinte da sua morte, deu-se início a caminhada em direção ao Cemitério Municipal de Praia Grande onde o frei estava sepultado. Centena de pessoas percorriam 17 quilômetros, distância que separa São João do Sul da cidade vizinha, para render homenagens ao frei.

Atualmente, Frei Adercide está sepultado no Morro da Querência, local que foi preparado para recebê-lo e que leva o seu nome.

Fonte: Informativo Regional