Em entrevista para a Rádio Maristela na manhã de hoje, 09 de setembro, o delegado responsável pela Delegacia de Polícia Civil de Torres, Juliano Aguiar de Carvalho, sugeriu que a população fizesse uso do aplicativo PC Alerta, o aplicativo da Polícia Civil gaúcha.

Disponível para iOS e Android, o app reúne inúmeras funcionalidades e alerta a população sobre alguns dos principais golpes aplicados no estado. Recentemente, informações sobre dois novos golpes foram adicionados no app, o do “perfil falso no WhatsApp” e o “falso depósito do Pix”.

Segundo o delegado Juliano, esses e outros golpes têm ocorrido quase que diariamente na região e a informação sobre como evitar ser vítima desses tipos de fraudes é a proposta do PC Alerta.

Sobre os golpes

No golpe do “Perfil falso no WhatsApp”, os criminosos criam contas falsas no WhatsApp para pedir transferências em dinheiro para a conta de terceiros. Os dados das vítimas e de seus familiares são obtidos, na maioria das vezes, por meio de um banco de dados ilegal.

Nesse caso, a Polícia Civil alerta para que não se faça nenhum tipo de pagamento apenas por mensagens. Em caso de dúvidas ligue para quem solicitou o dinheiro e confirme a veracidade do pedido. Outra forma de se manter mais seguro é configurando a privacidade do app para que sua foto de perfil apareça somente para os contatos salvos. Caso seja vítima desse golpe, envie um e-mail para “support@whatsapp.com”, avisando da fraude e informando o número falso, bem como o verdadeiro número e seu nome completo. O celular deve ir da seguinte maneira: “+55 XX XXXXXXXX.”


Já no golpe do “falso depósito do Pix”, a vítima recebe uma notificação informando que foi realizado um Pix para a conta dela. Nesse instante, o criminoso entra em contato com a pessoa, afirmando que fez a transferência errada e pedindo para a vítima devolver o valor. O problema é que o golpista realizou um agendamento do Pix, ou seja, o dinheiro já notificado como recebido ainda não está na conta da vítima. Então, caso ela faça a “devolução” dessa quantia, ela acaba perdendo o próprio dinheiro. A dica aqui é sempre verificar se o suposto valor já caiu na conta e qual o nome da pessoa que enviou o dinheiro.