O Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) do Complexo Turístico da Serra do Rio do Rastro, em Santa Catarina, avançou mais uma etapa para a formalização do edital de licitação.

Depois de receber duas propostas de construção, operação e manutenção de equipamentos turísticos junto ao Mirante da Serra do Rio do Rastro, a empresa vencedora é a Vally, que contará com recursos privados para a construção do Complexo Turístico.

O estudo de arquitetura e engenharia para as obras estimou R$ 127 milhões em investimentos. Dentro da estrutura proposta, estão: mirante, bondinho, circuito de montain bike, ponte de vidro, lago cênico, pista de patinação interna, estação de ski, tirolesa, mirante panorâmico, quiosques, restaurantes, espaços para piquenique, SPA, heliponto e casas de campo.

Os próximos passos

Com o estudo definido para o projeto, o processo de licitação do Complexo Turístico da Serra do Rio do Rastro avançará para uma consulta pública, em dezembro, com a região da Serra Catarinense, para uma discussão dos impactos e benefícios da obra. Em seguida, uma audiência pública será realizada em parceira com a prefeitura do município de Bom Jardim da Serra.

Avançada esta etapa, a licitação da obra e gestão do equipamento turístico será lançada para encontrar empresas interessadas no projeto. A expectativa é que a licitação seja publicada no começo de 2022.

Com informações do Governo de SC