Na Educação de Jovens e Adultos (EJA) da E.E.E.F Justino Alberto Tietboehl, foi desenvolvido um projeto denominado Torres: 144 anos durante o mês de maio, através do professor de história Leonardo Gedeon, com o intuito de realizar a valorização e reflexão crítica acerca das questões históricas, sociais e ambientais do município.

As atividades pedagógicas desenvolvidas foram divididas em três fases: Primeiramente, foi realizado o encaminhamento de pesquisa escolar em meios eletrônicos e bibliográficos acerca de uma temática da história de Torres que os alunos escolheram, juntamente a elaboração de uma produção textual e escolha de material fotográfico de acordo com normas pré-estabelecidas; no segundo momento, ocorreu uma saída pedagógica com a metodologia da educação patrimonial e ambiental que privilegiou uma abordagem de sensibilização para as questões que envolvem a preservação e conservação dos bens históricos, culturais e naturais; e por fim, após as experiências realizadas, foram realizadas apresentações das pesquisas escolares no auditório da escola.

Segundo o professor Leonardo, saídas de campo nem sempre são acessíveis para os estudantes da EJA, devido ao tempo disponível e aos períodos de aula serem ministrados à noite. Entretanto, um roteiro foi ofertado na última sexta-feira, 3 de junho, com a criação, posteriormente, de um relatório orientado por alguns questionamentos que os alunos deveriam responder.

A caminhada realizada tinha pontos estratégicos para a parada onde algumas informações eram compartilhadas, iniciando com a saída na escola, passando pela Lagoa do Violão, Centro Histórico e a Igreja São Domingos. O Museu Histórico de Torres seria visitado na caminhada, entretanto, devido ao fechamento temporário para obra de reparo, o local não pode ser visitado. Tópicos como a relevância ambiental da lagoa, a função social dos museus e a importância da preservação do Patrimônio Histórico como elementos da identidade cultural e o direito à memória foram as diretrizes do roteiro.

Além da equipe docente da EJA – Tietboehl e dos 35 alunos, participaram os convidados Paulo França, ambientalista e poeta, e Geraldo Medeiros, guia turístico, oceanógrafo e geógrafo. A chegada a Igreja São Domingos trouxe o ápice no trajeto, pois muitos estudantes não conheciam o seu interior e acervo histórico, desconheciam seu papel na estruturação da Vila de São Domingos das Torres durante o século XIX.

Em depoimento, Leonardo salientou que a atividade obteve um resultado surpreendente e gratificante e que só foi possível por meio da autorização do Padre Leonir Alves para a visitação a Igreja São Domingos durante a noite.

Fotos: Divulgação/Professor Leonardo Gedeon – E.E.E.F Justino Alberto Tietboehl

Estagiária Heloísa Cardoso, sob supervisão de Leonir Alves